sexta-feira, 26 de agosto de 2016

*MENINA FLOR


Menina em Flor

Viveu assim com semblante triste e só
A menina, o laço de fita branco
Que o tempo não amarelou, sem dó
A cabaça enfeitava com encanto.

De olhar sombrio que o tempo roubou,
A boneca de louça de tão frágil
Não quebrou, é madeira de lei pura
Sabedoria em pensamento ágil.

Na vida se firmou e na bagagem
Consigo trouxe o sorriso sério
Misto de ternura, amor mistério.

Os cachos que emolduram a cabeça
São lembranças da mão que abraça
Na lágrima frouxa, versa coragem.


Sonia Nogueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário